Saiba algumas formas para obter o equilíbrio emocional

Para lidar com a rotina e os contratempos do dia-dia do mundo contemporâneo, se fez e se faz necessário o uso de conhecimentos e ferramentas essenciais que auxiliem o equilíbrio emocional, uma delas é a meditação. A meditação foi criada nos primórdios de diversas religiões como o islamismo, judaísmo e cristianismo, sendo também utilizada como técnica em práticas de yoga. As técnicas mais antigas de yoga, como o yôga pré clássico, nasceram do hinduísmo. Inclusive, foram registradas estátuas em forma de meditação datadas de 5 mil anos atrás, que foram relacionadas ao hinduísmo.

No mundo ocidental, a prática da meditação só foi se popularizar no séc. XX por volta dos anos 60. Como um método para aliviar o estresse do mundo moderno, a prática se consolidou e perdura até hoje.

Meditação: sua importância e como fazer

Considerada uma prática essencial para a obtenção de autoconhecimento, a meditação procura trazer um perfeito equilíbrio entre corpo e mente. Este equilíbrio é essencial, pois, de acordo com os princípios da meditação, mente e corpo estão interligados e possuem uma interconexão entre si, se influenciando mutuamente.

Problemas ou situações difíceis podem tomar grandes proporções dentro se sua mente, desencadeando consequências maléficas a saúde física e mental, e a meditação procura desviar esses pensamentos e programações, levar mais clareza no entendimento da vida, abrindo caminho para uma melhor consciência da realidade.

Para a prática deste exercício existem alguns passos:

  1. Primeiramente, é necessário que você encontre um local tranquilo para meditar.
  2. Após encontrar esse local, coloque-se em uma posição confortável, de preferência sentado com a coluna ereta. Descruze braços e pernas.
  3. Tente se desligar ao máximo do mundo exterior e embarque em uma viagem ao seu interior, foque na sua respiração e não pense no futuro ou no passado, só o que importa neste momento é o presente, o agora.
  4. Mantenha-se concentrado no exercício meditativo até sentir o fluxo respiratório baixar e os músculos relaxarem. Se pensamentos vierem a sua mente não tem problema, deixe que passem e vão embora (tente não se envolver com eles).

Assim como andar de bicicleta, a prática é necessária para se chegar a um nível de excelência, e estados mais profundos de consciência e relaxamento.

Com a prática da meditação regularmente é possível obter benefícios como mais concentração e foco, equilíbrio do sistema nervoso central parassimpático, como regulação da pressão arterial, batimento cardíaco, frequência respiratória.

Outro ponto importante é que, o nosso sistema límbico- área do cérebro responsável pelas respostas emocionais- está diretamente ligado ao nosso sistema respiratório. Portanto, ao ter maior controle e consciência respiratória, muito presente na meditação, estamos também desenvolvendo a possibilidade de ter maior controle emocional.

Exercícios físicos: essencial e necessário

Outra forma de ajuda para o equilíbrio emocional são os exercícios físicos pois sua prática traz inúmeras vantagens para o corpo (e a mente).

É comprovado cientificamente que com a prática de exercícios, o corpo libera hormônios que ajudam no relaxamento e bem-estar, como a endorfina, que é produzida na região da hipófise e gera uma sensação de bem-estar e felicidade. Existe também a dopamina, que causa um efeito tranquilizante no corpo. Além dessas vantagens, o exercício ajuda também nos casos de depressão e ansiedade, diminui o estresse corporal, previne doenças arteriais, ajuda a controlar a pressão sanguínea, melhora o uso da memória e também traz condicionamento físico.

Paul Ekman

Ainda falando da relação entre meditação e o exercício físico enquanto ótimos métodos para o equilíbrio emocional, sabemos que estes estudos não eram muito conhecidos por parte das grandes mentes da psicologia há alguns anos atrás. Isso começou a mudar com Paul Ekman.

Nascido em Washington DC em 1934, Paul Ekman é considerado um dos 100 maiores nomes da psicologia na história. Seus estudos foram essenciais para criação de métodos que ajudassem a identificar e consequentemente lidar com as emoções. Um dos seus maiores trabalhos foi conhecido como A Teoria Neuro-Central, e nele Paul identificava expressões de emoções básicas como: felicidade, tristeza, raiva, nojo e medo. Essas emoções seriam universais nos seres humanos, independentemente de sua cultura, porém, existiriam sim regras moderadoras para expressá-las que seriam sociais pois difeririam em cada cultura e sociedade.

Clínica Integrativa Humana Mundi: o seu caminho para o equilíbrio emocional

Uma clínica integrativa é o caminho essencial para o seu equilíbrio emocional, pois considera o ser humano como um indivíduo integrado nos seus aspectos físico, mental e espiritual. Assim, a clínica oferece a seus pacientes um conjunto de atividades, inter-relacionadas com a finalidade de promover a saúde e bem-estar. Na Humana Mundi, oferecemos inúmeras especialidades para o equilíbrio emocional, dentre elas, a medicina do esporte, a CNV (Comunicação não violenta), a psicoterapia e a mindfulness, entre outras. Conheça todas as especialidades da Humana Mundi clicando aqui.

Quer saber mais sobre assuntos como estes? Acompanhe nosso Blog e siga-nos nas redes sociais Facebook e Instagram.

 

Compartilhe: